segunda-feira, 1 de novembro de 2010

I Papo Inteligente ...

...de Grávida: Quanto você pagaria?(Daniele, do blog "Da Janela do Coração", amamentando seu filhote. Ela é a convidada de hoje para nos contar sua experiência. Veja o depoimento dela no final do post).

Oi meninas! Como eu disse pra vocês, quero, como médica, dar minha contribuição à saúde das crianças ligadas à blogosfera. Para isso, postarei periodicamente um tópico sobre o assunto, com depoimentos de mulheres com experiência em amamentação.
Se você está grávida ou ainda sonha em engravidar ou tem uma amiga grávida, vem pra cá toda semana para um papo inteligente.

Atenção futura mamãe!!!
O que você é capaz de fazer para proteger esta criaturinha tão amada que está dentro de sua barriga?
Se você soubesse que existe um segredo para proteger seu bebê, quanto pagaria por ele?
O que você seria capaz de fazer para conseguir a fórmula que:

- Reduz na vida adulta o risco de infarto, acidente vascular cerebral( derrame),hipertensão arterial e diabete.
-Aumenta a resistência contra infecções como diarréia, resfriados, otite média, entre outras.
-Proporciona maior habilidade para falar, pensar, movimentar o corpo( superior desenvolvimento neuropsicomotor e cognitivo).
-Cria um vínculo afetivo familiar mais sólido, reduzindo o risco de desintegração familiar por parte dos filhos. Estudos comprovam que crianças amamentadas ao seio têm menor risco de se tornarem meninos de rua.
-Reduz a incidência de doenças alérgicas, como alergias alimentares e asma.
-Reduz o risco de obesidade, cáries, problemas na fala, distúrbios da visão.
-Promove um maior equilíbrio emocional.
-Oferece tudo o que o bebê precisa do ponto de vista nutricional, imunológico e emocional.

E além de proteger seu bebê, esta fórmula também oferece benefícios diretos para você:
-Reduz o risco de osteoporose.
-Reduz o risco de hemorragia pós-parto, com menos risco de anemia.
-Reduz o risco de câncer de mama, ovários e útero(endometrial). Atenção, meninas, reduz; não protege 100%, mas reduz a chance de desenvolvimento destes tipos de câncer. Estudos estatísticos, cientificamente conduzidos, comprovam esta redução.
Quanto você pagaria por esta fórmula?
Tenho uma excelente notícia: Você foi premiada com esta fórmula milionária! Não terá de gastar um centavo sequer para conseguí-la! É só ficar grávida, dar à luz, e você terá esta milagrosa fórmula: O LEITE MATERNO!
Não é magnífico? O leite materno faz tudo isso por seu bebê e por você! E aí? Está surpresa com tantos benefícios em um único alimento?
Vamos então ver a experiência da Dani... PRESENÇA ESPECIAL NO PAPO INTELIGENTE DE GRÁVIDA:

Daniele, do blog "Da Janela do Coração". Passem lá depois e conheçam melhor esta mulher inteligente, moderna e doce amiga.

ENTÃO... FALA DANIELE!!!

"Amamentar não foi fácil, mas foi a escolha que fiz para o meu filho e para isso acontecer tive que parar de trabalhar.

No início, ouvia muitos palpites do tipo: “Esse bebê não bebe água!”, “Seu leite não é suficiente!”, “Tá chorando de fome!”, “Essa criança já está grande demais pra mamar” (?????), “Tem que dar suquinho pra ele evacuar!”.

Ah! A evacuação quase foi um motivo de desistência da amamentação exclusiva.

Miguel nunca foi um bebê de muitas evacuações. Às vezes, chegava a ficar um dia sem fazer nada, comentando com a pediatra na consulta de 1 mês, ela receitou 100ml de suco de laranja lima pra ele não ter mais “prisão de ventre”.

Se assustou?

Eu também!

Não dei. Liguei para as Amigas do peito (aliás, liguei muitas vezes para essa ONG), que na hora, me disseram que o bebê que mama exclusivamente não tem necessidade de evacuar com frequência, uma vez que o LM é todo absorvido pelo organismo, não forma bolo fecal.

Quando completou 4 meses, Miguel passou a evacuar só uma vez na semana.

Aí, meu desespero foi verdadeiro!

Mais uma vez busquei ajuda fora do consultório, conversando com outras mães no Orkut, percebi que não estava sozinha e que outros bebês eram como o meu e nem por isso eles tomavam remédios ou outros alimentos.

Seguimos na amamentação exclusiva até os 6 meses, quando começamos a introduzir os alimentos.

Primeiro as papas de fruta e depois as salgadas.

Cada alimento oferecido era uma nova descoberta para o meu pequeno e pra mim.

Continuei amamentando até ele completar 2 anos e 6 meses.

A amamentação não é só a melhor forma de alimentar seu filho (E se fosse, já valia a pena!), é também a melhor maneira de estreitar o vínculo afetivo com seu bebê, exercitar a paciência e emagrecer sem fazer regime. Eu fiquei 6 kg a menos do meu peso real.

O contato olho no olho, as pequenas mãozinhas me fazendo carinho, o colo quentinho...são as melhores recordações que tenho dessa época. As noites mal dormidas, já foram recuperadas e hoje vejo na saúde do meu filho, na boa alimentação dele, na segurança em mim a certeza de ter feito a melhor escolha para nós dois". DANIELE.

E para finalizar este papo, deixo um vídeo muito bom sobre o assunto.



E aí, meninas? Gostaram do papo? Se você quiser contar sua experiência, envie para mim, no e-mail da barra lateral do blog. Você contribuirá com a saúde de outros bebês!
Beijos para todas as mamães e mulheres que sonham em ser mães!!!

24 comentários:

Prycila Patrício disse...

Maria Lucia, gostei d+ dopost... e com certeza vou passar aqui sempre pra saber mais sobre como proteger meu filhote... (futuro filhote neh, marido e eu estamos programando nossa 1ª gravidez)

Daniele disse...

Estou aqui emocionada com esse post e com o convite de ter a nossa história fazendo parte de uma campanha que eu tanto amo: a amamentação.
Queria estar aí pra te dar uma abraço bem forte e te parabenizar por essa iniciativa maravilhosa.
Olha, nem sabia que tinha todos esses benefícios para criança e para mamãe!
Como vc leu no depo, fiz por instinto e não por insentivo da pediatra que o acompanhava. Infelizmente nem todos os profissionais da área da saúde estão preocupados com essa pauta.

E me entristesse ver que algumas mulheres saudáveis, bem informadas e formadas desistem da amamentação por puro egoísmo.

Eu é que agradeço mais uma vez o carinho que você deu a mim e a meu filho.

Ano que vem tem mais se Deus permitir.

Beijos, beijos, muitos beijos.

Claudia disse...

Nossa Maria Lucia que util esse seu post
Muito interessante pois sempre tem as mamães de primeira viagem loucas para saber de tudo,até as mais experientes vão adorar esse post
Parabens

Irma Andréia disse...

oi Maria Lucia...como vai!!!
Nossa, fico lisongeada com o convite... claro que aceito!!!
Fiquei pensando aqui, o que poderia ser... vou te mandar um e-mail ta.
bjs

Luciana Penido disse...

Boa tarde!!!Estou seguindo o seu blog. Gostei muito de ler esse post,não sou mãe mas ainda quero ser e fico aqui pensando como será esse momento e com certeza o leite materno é fundamental,importantíssimo.Abraços

Viviane disse...

Oi Maria Lúcia,
o papo foi ótimo, adorei todas as informações que passou, sabia da grande importância do leite materno, mas não tinha idéia desse monte de benfícios. O depoimento da Dani foi muito legal, porque o fato de o bebê não evacuar assusta muito as mamães, que acabam introduzindo coisas para ajudar. Gostei também do vídeo, achei muito interessante a dica de fazer um controle, assim temos noção maior do que pode estar acontecendo com o bebê.
Beijos!!!

Izabel Biali disse...

Oi Maria Lúcia,
Que lindo trabalho você está fazendo, colocando esta ajuda e esclarecimento as mamães de primeira viagem.
Fiquei feliz com o convite,claro que aceito.
Só me da uma idéia o que poderia ser.
Se quizer me escrever.
Meu e-mail izabelbiali@hotmail.com
Beijo
Izabel

Maria Célia disse...

Ei M. Lúcia
Belíssimo post e excelente contribuição você está dando para as futuras mamães.
Parabéns para Daniele, por conseguir esta façanha de amamentar seu filho até dois anos e meio.
Eu só consegui amamentar as minhas filhas até 6 meses, assim mesmo, a protagonista mesmo eram as mamadeiras.
Bjos e boa noite.

Maria disse...

Parabéns pelo post e a matéria extrema importância.
bj

Beth disse...

Oi Lúcia.
Parabéns pela iniciativa de partilhar informações tão importantes com as futuras mamães!
O Senhor te abençoe,
Bjs.

Biula disse...

Oi, Maria Lúcia, boa noite!

Parabéns pelo novo projeto valorizando a ação materna para a saúde dos filhos, muito legal.

Eu até já sabia dos benefícios pq na época em que tive meu primeiro filho eu lia tudo sobre a ong Amigas do Peito, era divulgada pela Bibi Vogel, um excelente trabalho.

Amamentar é uma bênção, pena que o Pedro mamou quase nada no peito.

Beijocas,

Anita disse...

Oi Lucia, parabéns pelo post esclarecedor para as mamães. Só amamentei o mais velho, no mais novo... meu leite acabou qdo tive q fazer curetagem pra retirar os restos placentários, foi um parto cheio de complicações, me deu peninha dele, mas fazer o que?? aconteceu. Bjs.

maria emilia disse...

Oi Maria Lúcia,

Eu amamentei meus filhos 06 meses só no peito eles não bebiam nem água. O que reparei é que as crianças ficam mais calmas e seguras. O pediatra falava chorou bota no peito que geralmente o bebê não está sentindo nada sério. Segui o conselho a risca e meus filhos foram ótimos bebês, beijos, até mais

http://claudiaaoextremo.blogspot.com/ disse...

Oi querida
Obrigada Maria Lucia pela visita,por me seguir e por suas palavras de consolo
É amiga uma tragédia,mas sabe o q me deixa mais triste e até revoltada,a ignorância de algumas pessoas que perguntaram se foi a policia(?)minha irmã ouviu um debilóide no cemitério dizendo Ah esses drogadinhos,como quem dá a entender que por que era novinho,19 anos era drogadinho,se foi a policia era bandido
Meu Deus!Ele era um menino ainda tinha cabeça de menino trabalhava,apenas teve a infelicidade de gostar de balada,de viajar com sua bicicleta(que era a paixão dele)e estava saindo da casa de nosso outro irmão a caminho da casa da namorada,mas nunca chegou,apenas Deus e ele sabem o que aconteceu,a policia prendeu um suspeito,mas não posso entender o pré-julgamento das pessoas,pessoas essas que nem o conheciam !?!?
Ai amiga desculpa pelo desabafo,é que a ferida ainda tá aberta sabe...
Beijo linda e obrigada por sua visita adorei volte sempre ta bom
Fica com Deus

Mundo da Lili disse...

Adorei o blog, vim fazer uma visitinha e virei seguidora. Espero em breve vc no meu Mundo!
Enorme bjo e sucesso!

So artes disse...

Muito lindo o post Lu, eu amamentei minhas filhas e foi muito bom...parabens pela iniciativa de esclarecimento :)
beijinhos carinhosos e um otimo dia pra vc
So

Fabiana Tardochi disse...

Tudo bem linda?
Seu post é muito importante para que as futuras mam~es tenham consciência do bem que é amamentar. Escutei diversas vezes algumas mães dizerem que não amamentariam seus filhos por medo ou por não quererem que seu peitos caissem. Pura burrice. hoje já existem cirurgias estéticas que resolvem o problema se te incomodar.
Eu amamentei meus filhos , o segundo até 1 ano e 7 meses. Ele é forte, saudável e nunca ficou doente. Foi uma das melhores coisas que já fiz na vida e não tem preço. A troca de amor e o vínculo criado é sagrado e maravilhoso. Bjs e parabéns pelo trabalho.

Andreia Lica disse...

Maria Lucia, não pude responder antes o seu comentário, pois estava viajando, claro que quero participar sim, mandarei um e-mail pra vc! Parabéns pela iniciativa! São de pessoas e médicas como vc que o nosso país precisa.

Bjão

Ana Carla disse...

Oi Malu!! Amiga e irmã querida! Se vc soubesse o quão bom foi ver este post...pois eu e meu marido planejamos logo em termos nosso primeiro filho, está nas mãos do Senhor!! Quero muito amamentar! Obrigada pelas dicas, pelo seu cuidado! Obrigada também por suas visitas no meu blog, vc é muito querida!!! Deus a abençõe, Ana Carla
http://pintando-com-fios-e-tecidos.blogspot.com

Carla disse...

Olá Maria Lucia,
Parabéns por este post tão esclarecedor para muitas mamães.
Deus me abençoou com a oportunidade de poder amamentar e foi o momento mais lindo que já vivi em minha vida, até os 6 meses somente o leite materno e depois amamentei até o primeiro ano de vida e foram momentos de imensa alegria.
Beijos,
Carla

Bordados e Retalhos disse...

Nossa eu adorei. Fiquei sabendo aqui de tanta coisa que ignorei por toda a minha vida. E olha que meu filho mais velho tem 20 anos e o mais novo 15. Quanto sofimento sem sentido eu passe, entendo agora.Parabéns Maria Lúcia! Parabéns Daniele. Bjs pra duas.

Andressa Bragança disse...

esse assunto me deixa extremamente triste. Era meu sonho amamentar, e nao pude. É uma tristeza profunda que carregarei comigo... nao poder amamentar meus filhos...
Quem pode, por favor, nao negue esse prazer e essa alegria aos filhos. É o momento de mais gloria na vida de uma mulher.
Bjooooooooooooo

Fabiana Tardochi disse...

Obrigada pelo convite. Em breve te mando um e-mail. Bjs

Aline Marques disse...

Olá !!!
Tudo bem Maria Lúcia ?
Faz um tempão que não passo por aqui, me desculpe, mas tenho um motivo muito bom, estou grávida e de gêmeos e com isso, me sinto muito cansada, só tenho sono e vontade de não fazer nada assistindo televisão... hihih
Gostei muito deste post, com meu primeiro filho, eu o amamentei até os seis meses, quando insistiram para eu dar mamadeira, caí na besteira e ele largou o peito, foi muito frustante, mas o que importa é que ele sempre foi muito saudável e eu aprendi a liçao, ouvir menos os palpites das mulheres mais velhas, confiar mais no meu sexto sentido.
E agora com a gravidez de gêmeos, todos já dizem que será quase impossível amamentá-los no peito e que os dois vão querer mamá na mesma hora e que não terei leite suficiente e várias outros pitacos.
Mas eu vi uma nutricionista falando num programa de tv, que no caso de gêmeos, não é certo ficar trocando os seios, é logo no começo definir quem vai ficar com qual seio e seguir assim, lembro da explicação, mas não sei externar.
Então, aproveitando o gancho do post, gostaria de ver contigo, alguns conselhos ou dicas, para amamentação de gêmeos.
Quero muito dar leite materno para meus anjinhos, e vou me esforçar ao máximo, leite eu sei que tenho, por que estou no sexto mês e já vaza dos meus seios o colostro, então, com a benção de Deus, logo que meus piás nascerem, eles vão pegar o peito.
Bem, já falei demais, tô precisando ir descansar...

Beijinho, mil felicidades pra ti.
Aline Marques